ANTÓNIO JOÃO CRUZ

ajc.jpg

Possui licenciatura em Química (1986) e doutoramento em Química Analítica (1993) pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, mas tem estado envolvido em actividades relacionadas com o Património Cultural desde 1977 – primeiro no âmbito da Arqueologia, depois da Conservação e Restauro. Entre 1992 e 1997 colaborou com o então Instituto José de Figueiredo.

Desde 1995, quando foi convidado para docente da Escola Superior de Conservação e Restauro, tem leccionado em diversos cursos de licenciatura, mestrado e doutoramento de Conservação e Restauro ou de áreas próximas desta. Actualmente é Professor Adjunto no Instituto Politécnico de Tomar e director do respectivo Mestrado em Conservação e Restauro. É membro integrado do Laboratório HERCULES. Interessa-se pelo estudo laboratorial das obras de arte, a história da Conservação e Restauro e os problemas da relação entre a Conservação e Restauro e as outras áreas do conhecimento. Em 2005 criou a revista “Conservar Património”, de que veio a ser director até 2019, tendo conseguido a sua indexação nas bases de dados “Scopus” e “Web of Science” e a sua entrada no 1.º quartil da plataforma “Scimago” (áreas de Conservação e de Museologia).

É autor de mais de uma centena de publicações, as quais, de uma forma geral, estão disponíveis na sua página pessoal.

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.