top of page

Almada Negreiros e o Mosteiro da Batalha



Quinze pinturas primitivas num retábulo imaginado

Até 31 de dezembro de 2022 na Capela do Fundador

Uma exposição inédita que celebra uma ideia ousada e original do artista português. (…)


Além da instalação de reproduções, em tamanho natural, das pinturas do século XV e XVI que Almada considerou para o retábulo, em exposição na capela podem ainda ver-se desenhos e maquetes do autor, na maioria inéditos até hoje.


As quinze pinturas que compõem este retábulo imaginado incluem os icónicos Painéis de S. Vicente. Desde a sua descoberta, e ao longo do século XX, (…).


Começando por um estudo de perspetiva dos Painéis, Almada foi complexificando as suas análises geométricas. Com o tempo, juntou cada vez mais peças da chamada Pintura Primitiva Portuguesa, até definir um retábulo de quinze obras.


Após uma visita ao Mosteiro da Batalha ficou convicto que este era destinado à parede Norte da Capela do Fundador. (…)


Texto: Simão Palmeirim, curador



logolettpreto.png
bottom of page