Buscar

Cidade Romana de Balsa é alvo de projecto de revalorização


A Câmara Municipal de Tavira em parceria com a Universidade do Algarve e a Direcção Regional de Cultura do Algarve, celebraram um protocolo com vista à salvaguarda da cidade romana de Balsa localizada em Torre D’Aires, Freguesia da Luz de Tavira.

Com uma candidatura aprovada pela CCDR Algarve de 70 mil euros, o protocolo visa a salvaguarda deste património, monumento de interesse nacional.

O projecto irá desenvolver-se, numa primeira fase com a duração de 3 anos, entre pesquisas e escavações, mas contempla a promoção da formação da comunidade em geral e da população escolar.

À Direcção Regional de Cultura do Algarve compete participar na investigação científica, efectuar acompanhamento técnico, colaborar na definição de medidas de protecção e salvaguarda das estruturas arqueológicas, apoiar e articular soluções de musealização e divulgação do património.

À Universidade do Algarve cabe a responsabilidade de criar um projecto plurianual de investigação arqueológica e científica, além de participar no planeamento da conservação e restauro dos materiais.

A autarquia será responsável pela participação da equipa técnica nas actividades arqueológicas, na conservação e restauro do espólio, dinamizando acções de informação, promovendo a criação de um espaço museológico e prestar apoio logístico na realização das escavações.

As escavações arqueológicas vão começar já em Agosto: Balsa poderá ter sido «a maior cidade romana a sul» e um importante porto marítimo.

Fonte: Algarve Primeiro

Imagem: Junta de Freguesia de Luz de Tavira

#ACTIVAÇÃODOPATRIMÓNIO #ARQUEOLOGIA #ALGARVE #Romanidade

BIENAL AR&PA 2019

OPINIÃO

1/16

Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia, excepto no caso de artigos de autor, nos quais este/a é livre de optar.