Buscar

Protocolo promove Rota Memorial do Convento



Um protocolo estabelecido entre a Fundação José Saramago (FJS) e as Câmaras Municipais de Loures, Mafra e Lisboa vai promover a Rota Memorial do Convento.


A Rota Memorial do Convento, a partir do romance "Memorial do Convento" (1982), foi apresentada em dezembro de 2017 e, como disse então a FJS, resgatava "importantes elementos do património religioso, estético e turístico".


A Rota segue a narrativa de José Saramago, que se torna um “ponto literário aglutinador de momentos e monumentos históricos e paisagísticos do século XVIII, entre Lisboa e Mafra, passando por Loures”, unindo “pontos de interesse patrimonial situados em Sacavém, Santo António dos Cavaleiros, Unhos, Santo Antão do Tojal, Fanhões, Malveira, Mafra e Cheleiros”.


A Rota segue através de bens imóveis classificados, da Praça do Comércio à Casa dos Bicos/Fundação José Saramago, em Lisboa, passa pelo Palácio dos Arcebispos, em Santo Antão do Tojal, no concelho de Loures, e pelo Palácio e Convento de Mafra.


Esta foi a primeira vez em Portugal que um livro esteve na origem de uma rota cultural, abarcando três municípios. O projecto enquadra-se no Programa Operacional Regional de Lisboa 2014/2020, tendo tido um financiamento total de 392.397,20 euros, parcelado pelos três municípios.


O protocolo foi assinado hoje na Casa dos Bicos, em Lisboa, sede da FJS, no dia em que se comemora o 98.º aniversário do nascimento do Nobel da Literatura.


Fonte: RTP.pt


#JOSÉSARAMAGO #LITERATURA #ROTAS #ROTASPATRIMONIAIS #TURISMO #MAFRA #LOURES #LISBOA #MEMORIALDOCONVENTO

BIENAL AR&PA 2019

OPINIÃO

1/16

Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia, excepto no caso de artigos de autor, nos quais este/a é livre de optar.