Buscar

Spira [Expositores Bienal AR&PA 2018]


A Spira surge em 1998, não no formato de empresa, mas antes no formato da primeira rota de turismo-cultural do país – a Rota do Fresco. Hoje, em 2017, a Spira explora uma área de negócio de Touring Cultural e Paisagístico constituído por quatro rotas temáticas – a Rota do Montado (património natural), a Rota Tons de Mármore (património industrial), a Rota Pica-Chouriços (património imaterial), a Rota do Fresco (património arquitectónico e integrado) –,

os Ateliers Mãos-na-Massa e a marca umbrella Compadres. Em 2010, a Spira criou uma oferta de campos de férias património e programas temáticos para escolas que operou com o

nome Campo Património. Em Março de 2013, a Spira abriu aquilo que se pode considerar um “equipamento cultural singular”: o MAPA – espaço criativo, uma loja de 1000m2 cheia de luz natural num dos centros comerciais mais antigos da capital, com uma operação 363 dias por ano dedicada a estimular a criatividade e o interesse dos miúdos pelo património cultural. Setembro de 2015 marcou a mudança para um novo espaço na capital, uma antiga padaria que passou a ostentar o nome da área de Educação Patrimonial da empresa – a saber, Mundo Património — e, neste espaço específico, LAB. Em Setembro de 2012, a Spira relançou a revista online patrimonio.pt (criada em 2003). 2013 foi também o ano da primeira Feira do Património de Portugal, evento que teve 3 edições exclusivamente nacionais, até à sua internacionalização enquanto AR&PA – Bienal Ibérica de Património Cultural, fruto de uma parceria com a Junta de Castilla y León. Paralelamente a estes negócios próprios, a Spira leva a cabo ainda vários projectos para entidades públicas e privadas em qualquer uma das três vertentes nas quais detém operação: Projecto de Revitalização dos Recursos Ferroviários do Alentejo para a REFER PATRIMÓNIO; Rota Tons de Mármore para a Turismo do Alentejo; Rota dos Moinhos de Albergaria-a-Velha; Catálogo de Rotas de Turismo-Cultural para o Arquipélago dos Açores; Elaboração de Candidaturas ao Portugal 2020 e Assistência Técnica de Évora Candidata a Capital Europeia da Cultura 2027 são alguns dos projectos ambiciosos desenvolvidos com o apoio de consultoria por parte da Spira. Consolidar a área de Touring Cultural e Paisagístico, ganhando maior quota de mercado internacional; continuar a investir na área de Educação Patrimonial, nomeadamente, com a afirmação de um evento emblemático, o Festival APROXIMA-

TE! que teve, em 2017, a sua segunda edição no Centro Cultural de Belém; e entrar no mercado de projectos de cooperação europeu são algumas das linhas de actuação da Spira para os próximos anos.

www.spira.pt

#BIENALARPA

BIENAL AR&PA 2019

OPINIÃO

1/16

Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia, excepto no caso de artigos de autor, nos quais este/a é livre de optar.