BIENAL AR&PA 2019

OPINIÃO

1/15

A actualidade do património cultural em Portugal

Um projecto

© 2020 Spira

Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia excepto no caso de artigos de autor, nos quais este/a é livre de optar.

Buscar

Município de Faro [Expositores Bienal AR&PA 2019]



Faro, cidade do Sul, cujos primeiros marcos remontam ao século IV a.C, ao período da colonização fenícia do Mediterrâneo Ocidental. O seu nome de então era Ossonoba, sendo um dos mais importantes centros urbanos da região sul de Portugal e um entreposto comercial.


Por ali passaram os Romanos, os Visigodos e os Mouros. Após a conquista por D. Afonso III, Faro tornou-se uma cidade próspera devido à sua posição geográfica, trocas comerciais que foram incrementadas nos séculos XV a XVIII com a expansão portuguesa.


A comunidade judaica ganhou importância na cidade. Uma das suas figuras mais relevantes foi o tipógrafo Samuel Gacon, responsável pela impressão do Pentateuco em Hebraico, o primeiro livro impresso em Portugal, em 1487.


Até finais do séc. XIX, a cidade manteve-se dentro dos limites da Cerca Seiscentista. O seu crescimento gradual sofreu um maior ímpeto nas últimas décadas.


Palácio de Estoi e Teatro Lethes.

A comunidade de Faro foi sempre uma das mais distintas da região algarvia, contando ainda hoje com muitos artesãos e também com um assinalável empreendedorismo. Faro é actualmente um concelho com um rico património histórico e uma vibrante vida cultural.



cm-faro.pt


#BIENALARPA #FARO #ALGARVE