BIENAL AR&PA 2019

OPINIÃO

1/15

A actualidade do património cultural em Portugal

Um projecto

© 2020 Spira

Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia excepto no caso de artigos de autor, nos quais este/a é livre de optar.

Buscar

Aberto Concurso para Responsável técnico-científico do Museu do Côa e do Parque Arqueológico do Vale


O Conselho Directivo da Fundação Côa Parque pretende nomear um Responsável Técnico-Científico para o Museu do Côa e Parque Arqueológico do Vale de Côa.

Criada em Março de 2011, para gerir o Parque Arqueológico do Vale do Côa (PAVC) e o Museu do Côa, a Côa Parque - Fundação para a salvaguarda e valorização do Vale do Côa, também designada por Fundação Côa Parque, tem como fins principais a protecção, conservação, investigação, e divulgação da Arte Rupestre, classificada Património Mundial - UNESCO 1998, e demais património arqueológico, paisagístico, cultural e natural, na área do Parque Arqueológico do Vale do Côa.

O presente concurso decorre em conformidade com a alínea c), do artigo 10.º do Decreto-Lei n.º 70/2017, de 20 de Junho, que procedeu à primeira alteração ao Decreto-Lei n.º 35/2011, de 8 de Março, que cria a Côa Parque — Fundação para a Salvaguarda e Valorização do Vale do Côa, adaptando os respetivos estatutos à Lei-Quadro das Fundações, aprovada pela Lei n.º 24/2012, de 9 de Julho, alterada e republicada pela Lei n.º 150/2015, de 10 de Setembro.

A pessoa designada para provimento do lugar de Responsável técnico-científico da Fundação Côa Parque terá um papel importante no processo de reestruturação em curso, cabendo-lhe articular o potencial dos recursos já existentes, com o espírito das novas directrizes identificadas para as áreas da cultura, da ciência, do turismo e do ambiente, com o objectivo de:

- Valorizar o território e os seus recursos;

- Requalificar infra-estruturas e equipamentos;

- Proteger e salvaguardar o Museu e o PAVC;

- Refuncionalizar a gestão e valorizar o potencial humano;

- Aprofundar o conhecimento e promover a I&D;

- Estruturar, comunicar e projectar a oferta turística do Museu e do PAVC;

- Proporcionar um serviço educativo e cultural de referência às comunidades.

Mais especificamente, o Responsável técnico-científico terá a responsabilidade de assegurar a operação eficiente do Museu e PAVC, garantindo a gestão corrente dos recursos materiais e humanos, desenhando uma programação cultural abrangente, articulada e coerente, contemplando a dinamização dos espaços expositivos, permanentes e temporários, o esforço de consolidação das imagens de marca da instituição, a captação de fluxos turísticos e a formação de novos públicos.

Prazo limite para apresentação da Candidatura: 6 de Abril de 2018, às 23h59.

Pode consultar aqui o Dossier de Candidatura.

#ACONCURSO