Buscar

Conheça alguns dos Docentes do Curso de Gestão do Património Cultural Nova SBE / Spira


A Nova SBE lançou o primeiro programa para executivos em Gestão do Património Cultural em Portugal, em parceria com a Spira e patrocinado pela Fundação Millennium BCP. A 1ª edição tem data marcada para o próximo dia 16 de fevereiro de 2018 e estende-se até 22 de junho.

A pioneira formação para executivos em Gestão do Património Cultural reúne especialistas nacionais e estrangeiros, representativos das várias dimensões do Património Cultural, dos museus aos monumentos, passando pelos projetos de território. Assim sendo, Pedro Gadanho, Diretor do MAAT, João Falcato, Diretor do Oceanário de Lisboa e Thibault Manchon, Diretor Geral da Cultival são apenas alguns exemplos das figuras que marcam presença como oradores. O programa conta ainda com o contributo de profissionais de relevo na Comunicação, Marketing e Media, como João Luís Ribeiro da Fuel e Carlos Coelho da Ivity Brand Corp.

Adicionalmente, o programa contempla a opção de embarcar numa Viagem de Estudo exclusiva a vários equipamentos e projetos no Norte do país, tais como unidades produtivas com caráter turístico, fundações culturais e projetos de âmbito territorial, contemplando aulas a serem ministradas pelos responsáveis dos mesmos no próprio local.

Saiba mais sobre o programa em: http://exed.novasbe.pt/gestao-do-patrimonio-cultural

Pedro Gadanho

Docente

Curador, autor e arquiteto, Pedro Gadanho é o Diretor do MAAT, o novo Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, em Lisboa. Foi curador de arquitetura contemporânea do Museu de Arte Moderna, em Nova Iorque, onde coordenou o Young Architects Program e organizou exposições como 9+1 Ways of Being Political, Uneven Growth, Endless House e A Japanese Constellation. Desde 2000, foi co-diretor da ExperimentaDesign, comissariou Metaflux, representação portuguesa na Bienal de Veneza de Arquitetura, e foi curador de mostras como Space Invadors, Post.Rotterdam e Pancho Guedes, um Modernista Alternativos. Foi ainda o editor do bookazine Beyond, Short-Stories on the Post-Contemporary, do blog Shrapnel Contemporary, e contribui regularmente para publicações a nível internacional. Mestre em arte e arquitetura e doutorado em arquitetura e mass media, é o autor de Arquitetura em Público, Prémio FAD de Pensamento e Crítica em 2012.

António Ressano Garcia Lamas

Docente

Professor Catedrático do Instituto Superior Técnico (jubilado) – Universidade de Lisboa (desde 1985 - Engenharia de Estruturas e Recuperação do Património Construído). É membro externo do Conselho Geral da Universidade de Évora, desde 24 de Janeiro de 2017. É membro da Academia Portuguesa de Engenharia; da Ordem dos Engenheiros; do Júri do Prémio Vilalva para o Património Cultural da Fundação Gulbenkian; e da Comissão Consultiva do Festival Terras Sem Sombra. É também presidente das Assembleias Gerais da Associação Portuguesa de Construção Metálica e Mista (CMM) e da Associação dos Estudos Gerais do Alvito. Cargos que exerceu: Presidente da Fundação Centro Cultural de Belém, novembro de 2014 a março de 2016; e do Conselho de Administração da Parques de Sintra - Monte da Lua, SA (2006-2014). Membro da Secção de Arquitetura e Arqueologia do Conselho Nacional de Cultura (2012-2016). Foi também Presidente da Junta Autónoma de Estradas e do Instituto das Estradas de Portugal que lhe sucedeu (1998-2000); membro não executivo do Conselho de Administração da Brisa, SA (2004-2009); e Presidente do Instituto Português do Património Cultural (IPPC - 1987-1990). Condecorações: Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique (2014); Medalha de Ouro do Município de Sintra (2012); e Medalha de Prata de Mérito Turístico (2009).

Miguel Lobo Antunes

Docente

Licenciado em Direito, como jurista trabalhou, entre outros, na Comissão Constitucional e no Tribunal Constitucional. Publicou, no país e no estrangeiro, vários estudos de Direito Constitucional e Ciência Política. Na área cultural, foi vice-presidente do Instituto Português de Cinema (1983-86), diretor no Comissariado Português para a Europália 91 - Portugal e membro do seu conselho administrativo (1989-1992), assessor jurídico da Sociedade Lisboa 94 (1993-95), administrador do Centro Cultural de Belém, responsável pela programação cultural e comunicação (1996-2001), diretor artístico do Festival Internacional de Música de Mafra (2002-04), administrador da Culturgest, responsável sobretudo pela programação cultural e comunicação (2004-17).

#FORMAÇÃO #GESTÃOPATRIMONIAL #PATRIMONIO #CULTURA

BIENAL AR&PA 2019

OPINIÃO

1/15

Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia, excepto no caso de artigos de autor, nos quais este/a é livre de optar.