Buscar

Lisboa Story Centre: a história de uma cidade


O Lisboa Story Centre é um espaço dedicado à história da cidade de Lisboa. Aberto ao público em 2012 e instalado Terreiro do Paço, é um projeto da Associação Turismo de Lisboa e que tem como consultor científico o historiador José Sarmento Matos.

Ao longo de 17 capítulos, as memórias da cidade são apresentadas numa exposição que recorre à tecnologia e a uma cenografia imersiva. Aqui encontramos animações digitais, unidades fílmicas, reconstituição de contextos, réplicas de embarcações, manequins com traje de época, gravuras e mapas em grande escala, ecrãs táteis e imagens interativas. Durante 1 hora é sugerida uma viagem no tempo que dá a conhecer por exemplo a presença de vários povos, a passagem dos cruzados, a construção das muralhas, as viagens que se iniciavam no Tejo, a Restauração, o terramoto de 1755, a cidade como um lugar vivo e cosmopolita. A visita é sempre acompanhada por um audioguia que funciona em modo manual ou automático e que dispõe de 9 idiomas e uma versão infantil em português.

O LSC é um visitor attraction, mas o público escolar nacional foi desde o início apontado como uma prioridade. É na sequência desta escolha que foi atribuída ao Serviço Educativo (SE) a função de divulgar a história da cidade junto daquele público-alvo. Um dos campos de atuação deste setor tem assim consistido no atendimento customizado dos pedidos de informação e de marcação de visitas. E, no seguimento destes contactos, o SE formaliza ainda todas as respostas através de e-mail remetendo as informações adaptadas. Através do mesmo sistema, a relação com o público escolar é estabelecida através do envio mensal de um boletim que divulga as atividades do SE e breves apontamentos sobre a história da cidade.

Relativamente ao acolhimento do público na exposição, todos os grupos são recebidos por um técnico do LSC que faz a apresentação do circuito expositivo e do funcionamento do audioguia.

No âmbito da sua função, o SE desenvolve igualmente ações com formatos diferentes e que decorrem da mediação humana. Assim dirigido ao pré-escolar e ao 1.º ciclo destacam-se as oficinas e as peças de teatro como por exemplo a oficina de origami Corvos de Lisboa ou a peça Afonso Henriques – O Conquistador. Dirigida ao 2.º Ciclo até ao Secundário evidencia-se a iniciativa História ao Vivo que proporciona o contacto e o diálogo com uma personagem da história da cidade escolhida pelo grupo, entre as quais um mouro do séc. XII ou o Marquês de Pombal. Estas atividades são desenvolvidas em parceria com profissionais da educação, do teatro e da animação cultural e resultam ainda da sugestão de professores e de alunos que nos visitam.

Procurando atingir um público maior, o SE prevê a realização das sessões de teatro e as das personagens fora das instalações do LSC. Assinala-se ainda que somos parceiros do Passaporte Escolar promovido pela CML que permite aos alunos do pré-escolar e do 1.º ciclo da rede pública de ensino da cidade solicitarem gratuitamente o Transporte Alfacinha para visitarem o LSC.

Estas são algumas das frentes levadas a cabo pelo SE e que têm sido pautadas pela definição de princípios orientadores e por métodos de trabalho. Ao longo destes 5 anos temos despertado e influenciado motivações desde o pré-escolar ao ensino superior, mas, não só, algumas das práticas têm igualmente captado e respondido a outros visitantes, nacionais e estrangeiros, provenientes ou não de contextos de formação.

*Este artigo foi escrito de acordo com o Novo Artigo Ortográfico.


BIENAL AR&PA 2019

OPINIÃO

1/15

Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia, excepto no caso de artigos de autor, nos quais este/a é livre de optar.