top of page

Projecto "À Nossa Guarda" é distinguido com Prémio Património Ibérico na categoria de Melhor Estratégia de Comunicação



Depois da entrega do Prémio Património Ibérico - Melhor Projecto de Touring Cultural e Paisagístico, no passado dia 6 de Maio, a patrimonio.pt foi até o Museu Nacional de Arte Antiga, no Dia Internacional dos Museus (18 de Maio) para fazer a entrega do troféu de Prémio Património Ibérico - Melhor Estratégia de Comunicação, ao projecto "À Nossa Guarda".

 

“À Nossa Guarda” consiste em 9 documentários de curta duração (10’ a 20’), divulgados digitalmente nos canais de comunicação do Museu Nacional de Arte Antiga entre 2022 e 2023, nos quais os vigilantes-recepcionistas do Museu convidam a uma apreciação informal de obras de culto à sua escolha. É uma série que pretende dar voz aos guardiões do património - tanto material como imaterial, pois as histórias que partilham são documentos culturais relevantes - e, ao mesmo tempo, valorizar o seu trabalho na segurança e garantia de acesso às coleções nacionais. É acima de tudo um projeto humano e intimista que pretende mostrar ao público a importância destes papéis.





O projeto arrancou com um convite do MNAA, ao qual 9 funcionários responderam positivamente, escolhendo uma peça da sua preferência. Cada um enveredou então no seu processo de investigação. Para alguns, a observação de todos os dias foi suficiente para falar das peças que mais gostam; outros conhecem-nas desde que visitaram o Museu pela primeira vez enquanto visitantes, ainda em criança. Houve quem optasse por uma investigação aprofundada (recorrendo aos serviços de educação, à biblioteca e à troca de impressões com colegas) e quem preferisse simplesmente falar daquilo que sente de uma forma espontânea, das emoções imediatas que o encontro com a peça desperta.


Entrevistados pela equipa de produção, partilharam depois histórias, experiências e opiniões, dando-nos preciosos testemunhos que permitiram estruturar os episódios em antemão. Depois disso, durante meses, cada protagonista permitiu amavelmente que as nossas câmaras registassem a sua rotina de trabalho.


“À Nossa Guarda" é sobre as mais puras formas de usufruto da arte, através de apreciações casuais, sensoriais e muito pessoais. A forma como cada pessoa olha para as obras de arte revelou tanto sobre as peças como sobre si próprias.


Autoria do texto: João Estrada


Comments


bottom of page