Buscar

Oeiras quer classificação do Aquário Vasco da Gama como bem cultural de interesse público


A Câmara Municipal de Oeiras anunciou que vai dar início ao procedimento de classificação do Aquário Vasco da Gama como imóvel cultural de interesse público junto da Direcção-Geral do Património Cultural da Secretaria de Estado da Cultura.


Em comunicado, autarquia refere que objectivo desta classificação é a “salvaguarda, valorização e utilização pública” do edifício do Aquário Vasco da Gama, localizado no Dafundo.


Segundo a Câmara, o edifício integra o Plano de Salvaguarda do Património Construído e Ambiental do Concelho de Oeiras (PSCACO), um instrumento de planeamento integrado no Plano Director Municipal, “que fixa as condições arquitectónicas e urbanísticas a que deverão obedecer as intervenções de salvaguarda, valorização e revitalização do património construído prevalecendo sobre qualquer regulamento urbanístico”.


A Câmara de Oeiras sublinha que o edifício do Aquário foi inaugurado em 1898 no âmbito das comemorações do 4º Centenário da Descoberta do Caminho Marítimo para a Índia, na presença da família real e numerosas individualidades da época.


Quando estas celebrações terminaram, a propriedade do Aquário Vasco da Gama transitou para o Estado e, em Fevereiro de 1901, a sua administração foi entregue à Marinha, permanecendo até hoje como instituição cultural.


Fonte: LUSA


#OEIRAS #AQUÁRIOVASCODAGAMA #MUSEUS

BIENAL AR&PA 2019

OPINIÃO

1/16

Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia, excepto no caso de artigos de autor, nos quais este/a é livre de optar.