Buscar

Diputación de Burgos [Expositores Bienal AR&PA 2019]


A Diputación (Conselho Provincial) de Burgos promove actividades nas áreas do restauro, conservação e disseminação do património cultural, através da concessão de subvenções a entidades locais (câmaras municipais e conselhos regionais):

- Subsídios para o restauro e conservação dos templos paroquiais da província de Burgos, no âmbito do Acordo-Quadro com o Arcebispado de Burgos e o Ministério do Desenvolvimento da Junta de Castilla y León; - Subsídios para a realização de projectos de escavação, prospecção e documentação do património arqueológico e paleontológico da província de Burgos; - Subsídio aos municípios integrados no Caminho de Santiago.

A instituição provincial é também proprietária de património, o qual se esforça para preservar, proteger, estudar, restaurar, intervencionar, interpretar, gerir e divulgar, a fim de conseguir a sua preservação como património cultural da província Burgos:

- Parque e Paisagem Arqueológica de Clunia, em Peñalba de Castro (Burgos) - um monumento histórico pertencente ao Tesouro Artístico Nacional desde 1931, de Interesse Cultural com a categoria de Zona Arqueológica, em que o Festival de Teatro Greco-Romano e o Festival de Verão de Clunia acontecem anualmente; - Mosteiro de San Salvador de Oña (Burgos) - monumento histórico-artístico do Tesouro Artístico Nacional desde 1931. - Real Mosteiro de San Agustín (Burgos) - monumento histórico-artístico desde 1982, considerado Património de Interesse Cultural com categoria Monumento. - Sítio arqueológico da Necrópolis Altomedieval de Santa Maria de Tejuela, em Villanueva Soportilla (Burgos) - sítio incluído no Inventário Arqueológico da Junta de Castilla y León.

Teatro Romano de Clunia, Peñalba de Castro (Burgos) - Rafael Saiz.

Mosteiro de São Salvador de Oña (Burgos) - Rafael Saiz.

burgos.es

#BIENALARampPA #BURGOS #ESPANHA

BIENAL AR&PA 2019

OPINIÃO

1/15

Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia, excepto no caso de artigos de autor, nos quais este/a é livre de optar.