Buscar

Centro Interpretativo de Arte Rupestre de Chãs d´Égua: reabertura


O Centro Interpretativo de Arte Rupestre de Chãs d´Égua, Piódão, reabre este Verão e vai funcionar nos primeiros sábados de cada mês, com início a partir do dia 1 de Junho, e todos os duas úteis para visitas monitorizadas, mediante marcação prévia.

No primeiro sábado, 1 de Junho, para além da apresentação dos novos percursos pedestres, vai ter lugar uma visita guiada às instalações do CIARCE, bem como à Rocha de Vale Covo, uma das maiores rochas de arte rupestre da região.

As quase 100 rochas gravadas já descobertas na freguesia do Piódão constituem a mais importante concentração de arte rupestre conhecida até ao momento no território que se estende entre o Tejo e o Baixo Côa.

Existe a convicção de que as gravuras do Piódão são apenas uma das pontas de um novelo muito mais complexo, inscrevendo-se a sua iconografia num contexto mais vasto na Serra do Açor. A possibilidade de uma ligação em rede entre os diversos centros interpretativos na Serra do Açor ensaia também os seus primeiros passos através da criação de um circuito entre o Centro Interpretativo de Chãs d’Égua e o Núcleo de Arte Rupestre da Casa Grande, na Barroca do Zêzere.

Mais informação e marcações em cm-arganil.pt

#ARTERUPESTRE #VISITASGUIADAS #ARQUEOLOGIA

BIENAL AR&PA 2019

OPINIÃO

1/16

Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia, excepto no caso de artigos de autor, nos quais este/a é livre de optar.