Buscar

Mesa redonda "Boas práticas na gestão de espólios arqueológicos"


2 Abril| 14h30

Casa das Artes - Porto

Apresentação pública e debate em torno do documento "Recomendações de boas práticas na gestão de espólios arqueológicos: recolha, selecção e descarte".

O incremento exponencial da actividade arqueológica em Lisboa colocou na ordem do dia, entre outros aspectos, a premente e urgente necessidade de se implementarem procedimentos que, nas diferentes fases do trabalho arqueológico, concorram para a boa gestão, neste caso particular, dos enormes e muito diversificados conjuntos de materialidades arqueológicas que resultam dessas mesmas intervenções.

A Câmara Municipal de Lisboa/Centro de Arqueologia de Lisboa (CML/CAL) e a Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC), constituíram em 2017 o Grupo de Trabalho para Espólios Arqueológicos (GTEA), composto por arqueólogos dos seus serviços, a que se juntaram arqueólogos provenientes da Academia e do meio empresarial. Do trabalho realizado pelo GTEA resultou a elaboração de um documento – “Recomendações de boas práticas na gestão de espólios arqueológicos: recolha, selecção e descarte” o qual, com a realização deste evento, se pretende colocar à discussão da comunidade.

Entre os meses de Janeiro e Abril de 2019, são realizadas sessões de apresentação e debate em diversos locais do território nacional.

Porto, 2 de Abril - Intervenientes:

Grupo de Trabalho para espólios arqueológicos

Elvira Rebelo (DRC Norte)

Isabel Silva (Museu D. Diogo de Sousa)

António Manuel da Silva (arqueólogo municipal)

Mais informação: DGPC

#ARQUEOLOGIA #GESTÃOPATRIMONIAL #mesaredonda

BIENAL AR&PA 2019

OPINIÃO

1/16

Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia, excepto no caso de artigos de autor, nos quais este/a é livre de optar.