Buscar

Pintura "O Terramoto de 1755" já está em exposição no Museu Nacional de Arte Antiga


Foi inaugurada ontem, no Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), a exposição “Anatomia de uma Pintura – João Glamba e o Terramoto de 1755” comissariada por Alexandra Markl e Celina Bastos, que reapresenta a pintura conhecida como "O Terramoto de 1755", após a recente intervenção de restauro a que foi sujeita.

Pintada por João Glamba (c.1708-1792), na sequência dos dramáticos acontecimentos que tiveram lugar após o terramoto de 1755, esta foi encenada como uma grande panorâmica das várias catástrofes que destruíram Lisboa nesse dia de Todos os Santos - tremor de terra, incêndio e maremoto, realçando algumas das trágicas consequências vividas pela população.

O pintor trabalhou nesta obra durante mais de 35 anos, tendo-a, no entanto, deixado inacabada.

De acordo com o MNAA, os documentos entretanto reunidos permitem compreender melhor o artista e a sua vasta obra, agora apresentados na exposição, que ficará patente no MNAA até 27 de Maio deste ano.

#MUSEUS #EXPOSIÇÃO #ARTE #ARTEANTIGA

BIENAL AR&PA 2019

OPINIÃO

1/16

Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia, excepto no caso de artigos de autor, nos quais este/a é livre de optar.