BIENAL AR&PA 2019

OPINIÃO

1/15

A actualidade do património cultural em Portugal

Um projecto

© 2020 Spira

Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia excepto no caso de artigos de autor, nos quais este/a é livre de optar.

Buscar

Museu da Tapeçaria de Portalegre vai sofrer obras de requalificação


O Museu da Tapeçaria de Portalegre – Guy Fino, vai sofrer obras de requalificação e ampliação, devendo a intervenção ter início no mês de Fevereiro. As obras, que serão financiadas em 90% pelo Turismo de Portugal, terão um valor estimado de 400 mil euros e deverão decorrer até ao final do ano, repartidas em duas fases distintas, de forma a que o museu possa continuar aberto ao público.

O Museu da Tapeçaria de Portalegre dedica-se à apresentação, conservação e estudo das Tapeçarias de Portalegre, estando a componente expositiva dividida em dois núcleos: um primeiro cujo dedicado à componente histórica da Manufactura de Tapeçarias de Portalegre enquanto no segundo núcleo são apresentadas obras de tapeçaria de uma grande variedade de autores, nacionais e estrangeiros, que se dedicaram também a esta arte, como Almada Negreiros, Guilherme Camarinha, Maria Keil, Júlio Pomar, Vieira da Silva, Maria Velez, Costa Pinheiro, Sá Nogueira, Lurdes de Castro, Eduardo Nery, Menez, Graça Morais, José de Guimarães ou ainda Jean Lurçat e Le Corbusier, entre muitos outros.

O objectivo da intervenção é também permitir a exposição de tapeçarias de grandes dimensões.

Fonte: Tribuna do Alentejo

#MUSEUS #CULTURA #PATRIMONIO #ALENTEJO #REQUALIFICAÇÃO