Património.pt

 

Lisbon Week’17 – “Cada Bairro, uma Cidade”

 

25 de Março a 2 de Abril

 

“Cada Bairro, uma Cidade” é o lema da 4.º edição do Lisbon Week e conta-nos a história da freguesia do Lumiar.

 

 

Depois do sucesso da edição anterior na freguesia de Alvalade, espera-se o mesmo impacto na freguesia mais populosa da cidade, Lumiar, apostando na cumplicidade e relação entre as instituições.

 

De 25 de Março a 2 de Abril, o Lisbon Week leva-nos a conhecer as quintas, os palácios, os jardins e os núcleos históricos do Lumiar, passando por um olhar sobre os seus habitantes, através da exposição LUMI e pelo universo artístico e contemporâneo menos conhecido. Procurando reanimar o Museu do Teatro e da Dança, o Museu do Traje e os Estúdios da Tobis através da ligação deste legado cultural com os criativos e artistas contemporâneos.

  

Através do cruzamento de diversas tendências culturais – desde visitas guiadas, passando por concertos, a sessões de debate – o Lisbon Week pretende sensibilizar a população para questões como a sustentabilidade, a educação e a importância do legado cultural.

 

Apesar do evento só começar no dia 25 de Março, as primeiras iniciativas já estão a decorrer, como é o caso do “Toca-me” que consiste na presença de dois pianos nas estações de metro da Quinta das Conchas e de Telheiras para a livre utilização dos passantes. Os visitantes ou passantes na freguesia poderão ainda assistir à elaboração e evolução das obras que vão encher, durante o Lisbon Week, a freguesia do Lumiar.


Para mais informações consultar a página do Lisbon Week.

 

« IDEIAS

 

Share

Comentar


Colunistas

Rubricas diárias +

05 Jul 2017 |

“Esplendor na Relva” – Ciclo de cinema em Monserrate

Durante os quatro primeiros fins-de-semana de Julho, os jardins do Palácio de Monserrate vão receber 12 obras-primas da história do cinema.

VER +

28 Jun 2017 |

 

Beja na rua

De 16 de Junho a 15 de Julho, Beja recebe o festival de artes na rua. 

VER +

14 Jun 2017 |

 

Observatório de Turismo Sustentável no Alentejo


No dia 1 Junho, em Évora, foi assinado o memorando para a criação do Observatório de Turismo Sustentável no Alentejo.

VER +

07 Jun 2017 |

Douro acolhe encontro internacional sobre sustentabilidade dos sítios UNESCO

 

Na primeira semana de Junho, O Alto Douro Vinhateiro recebe o “World Generation Week”.

VER +

Veja também +

Fundação Rei Afonso Henriques - entre Portugal e Espanha

 

A patrimonio.pt foi conhecer a Fundação Rei Afonso Henriques pelo seu secretário-geral José Luís Prada - a única fundação que tem como missão a aproximação cultural entre Portugal e Espanha. Com sede na cidade de Zamora, a Fundação promove iniciativas ligadas à divulgação do património cultural do Vale do Douro, à identidade do românico na região de Castela e Leão, entre outros projectos, sempre interligando os territórios abrangidos por ambos os países.

CARLOS SEZÕES 19 Dez 2012 |


Capital Humano ao serviço do Património

 

Existe lugar para a Cultura e para a Arte num contexto de crise em que as economias ocidentais estão envolvidas? Para que nos servem os bens culturais, no cenário actual? E o imenso património arquitectónico artístico com que fomos abençoados pelas gerações anteriores? As respostas às perguntas anteriores podem ser evidentes para muitas pessoas. Alguns, mais apaixonados pelo tema, defenderão a sua importância incontornável. Outros, ditos pragmáticos e pouco dados a devaneios poéticos, dirão que devemos concentrar os nossos recursos em áreas de impacto social imediato, mais visíveis e (seguramente) mais populares. Na minha óptica, para sermos verdadeiramente objectivos, devemos clarificar qual o papel que queremos que a Cultura desempenhe no contexto das sociedades actuais – para avaliarmos então qual a “compensação” social, quais as metas, qual o impacto que desejamos.

Tags +

Videos

Lançamento do livro “A Casa Senhorial em Portugal”

 

"A Casa Senhorial em Portugal" é o resultado de uma encomenda da Associação Portuguesa das Casas Antigas (APCA) ao investigador Hélder Carita - um dos mais notáveis estudiosos e historiadores da Arquitectura Civil Portuguesa -, sobre mais de duzentas casas senhoriais distribuídas pelo território português.

VER +

Fábrica de Chocalhos Pardalinho e a distinção da arte chocalheira como Património Imaterial da Humanidade

 

A patrimonio.pt esteve em Alcáçovas para visitar a Chocalhos Pardalinho: uma fábrica a laborar desde 1913, altura em que treze famílias da freguesia se dedicavam à produção dos chocalhos.

VER +

 

® Spira 2012 | design e implementação: ideia, designers __|__ Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia excepto no caso de artigos de autor nos quais os autores são livres de optar.