Património.pt

17 Mar 2017 |

 

 

  “Serões Musicais no Palácio da Pena”

 

Parques de Sintra-Monte da Lua promove, desde 2014, Temporadas de Música nos seus espaços, com o objectivo de ligar o Património e a Música.

 

 

Todos os sábados do mês de Março, poderá assistir no Palácio da Pena a serões musicais que pretendem divulgar o reportório romântico, como não poderia deixar de ser, pois o palácio é um exemplar único de romantismo europeu.

O Centro de Estudos Musicais Setecentistas de Portugal assegura o reportório que será adequado à época de cada um dos Palácios, procurando a divulgação do património musical e da sua importância.

O objectivo será, também, o de recriar os saraus da época, tentando, assim, evocar o ambiente que se vivia em Sintra no século XIX: através da música e da apresentação de obras de compositores portugueses, como José Vianna da Motta, poderá desfrutar de um vislumbre do que foram os tempos de outrora.

Os “Serões Musicais no Palácio da Pena” serão o primeiro de três ciclos distribuídos ao longo do ano. Para mais informações consulte Parques Sintra – Monte Lua.

Share

Comentar


Colunistas

Veja também +

Lojas nos museus espanhóis: mais entrada de visitantes, mais entrada de receitas

 

Sexta-feira, 19h00, Museu do Prado - uma fila de pessoas espera para entrar no Museu do Prado que, de Segunda a Sábado, das 18h00 às 20h00, possibilita a entrada gratuita a todos aqueles que quiserem visitar a colecção permanente. Somos obrigados a entrar no Museu para visitar a loja: caso único no triângulo Prado-Thyssen-Reina Sofia no qual o acesso à loja não é independente da entrada para visitar as exposições do Museu.


A mudança
Assistimos a uma mudança nos modelos de gestão e sustentabilidade dos equipamentos culturais onde, cada vez mais, as receitas provenientes das vendas nos serviços complementares destes equipamentos culturais (cafetarias, restaurantes, lojas, livrarias) desempenham um papel fundamental, a par com a obtenção de receita através da venda de ingressos.

31 Mar 2017 | António João Cruz

 A Rua Nova dos Mercadores” (Fotografia retirada de: http://www.museudearteantiga.pt/exposicoes/a-cidade-global).

 

Autêntico ou falso? Como podem os métodos laboratoriais ajudar a esclarecer o caso das pinturas da “Cidade Global”


A exposição há pouco inaugurada no Museu Nacional de Arte Antiga sobre a “Cidade Global” deu visibilidade a dúvidas de autenticidade a respeito de duas pinturas e para o seu inequívoco esclarecimento está em consideração a possibilidade do recurso a estudos laboratoriais. Independentemente dos pormenores, a história é igual a muitas outras, mas, frequentemente, não é do conhecimento geral o que está em causa nestes estudos laboratoriais nem, menos ainda, as suas limitações.

Tags +

Videos

Lançamento do livro “A Casa Senhorial em Portugal”

 

"A Casa Senhorial em Portugal" é o resultado de uma encomenda da Associação Portuguesa das Casas Antigas (APCA) ao investigador Hélder Carita - um dos mais notáveis estudiosos e historiadores da Arquitectura Civil Portuguesa -, sobre mais de duzentas casas senhoriais distribuídas pelo território português.

VER +

Fábrica de Chocalhos Pardalinho e a distinção da arte chocalheira como Património Imaterial da Humanidade

 

A patrimonio.pt esteve em Alcáçovas para visitar a Chocalhos Pardalinho: uma fábrica a laborar desde 1913, altura em que treze famílias da freguesia se dedicavam à produção dos chocalhos.

VER +

 

® Spira 2012 | design e implementação: ideia, designers __|__ Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia excepto no caso de artigos de autor nos quais os autores são livres de optar.