Património.pt

20 Mar 2017 |

 

 

Capa: Remoção do graffiti da obra de Mark Rothko (Fotografia retirada de: http://www.tate.org.uk/about/who-we-are/tate-structure-and-staff/staff-profiles/bronwyn-ormsby).  

Lecture: The Rothko Conservation Project - Porto


No dia 1 de Abril, sábado, o Museu da Misericórdia do Porto recebe
Rachel Barker, conhecida conservadora da Tate Modern, para uma palestra sobre o projecto que liderou na recuperação de uma obra que foi vandalizada no ano de 2012.

 

Em 2012,uma pintura de Mark Rothko, ‘Black on Maroon’, foi vandalizada na Tate Modern por um visitante no canto inferior direito com graffiti preto: o autor deste acto de vandalismo pertence a uma corrente que vê a arte como algo em constante movimento, acreditando assim que terá acrescentado valor à obra.

Foi levado a cabo uma intensa investigação sobre o método mais seguro para remover a tinta e permitir que a pintura voltasse a ser exposta na Tate Modern. Em 2015, a intervenção recebeu o Prémio Anna Plowden pela Investigação em Conservação e obteve reconhecimento internacional.

Devido à importância da investigação efectuada, a 20|21 Conservação e Restauro de Arte Contemporânea, juntamente com o Museu da Misericórdia do Porto recebem, dia 1 de Abril, sábado, Rachel Barker, responsável por este projecto de intervenção entre 2012-2014. A apresentação irá abordar cada etapa do tratamento, desde os estudos efectuados até à fase de limpeza e reintegração da pintura.

A Palestra terá lugar no Museu da Misericórdia do Porto entre as 10h00 e as 12h00, e tem o custo de 35€ (IVA incluído).


Para inscrições e mais informações contactar a
20|21 Conservação e Restauro de Arte Contemporânea: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. .

Share

Comentar


Colunistas

Veja também +

E se os Museus fossem feitos pelas comunidades? O trabalho singular de Santiago do Cacém

 

O concelho alentejano de Santiago do Cacém tem vindo a desenvolver um trabalho muitíssimo singular no que diz respeito às práticas museológicas, de preservação da memória e de construção de futuro colectivo: os três projectos, Museu Municipal Santiago do Cacém, Museu do Trabalho Rural de Abela e Museu da Farinha, aqui apresentados sob a forma de reportagem, são exemplo dessa convicção profunda que o património preserva-se, divulga-se, cria-se, em primeiro lugar, com a população local.

CARLOS SEZÕES 19 Dez 2012 |


Capital Humano ao serviço do Património

 

Existe lugar para a Cultura e para a Arte num contexto de crise em que as economias ocidentais estão envolvidas? Para que nos servem os bens culturais, no cenário actual? E o imenso património arquitectónico artístico com que fomos abençoados pelas gerações anteriores? As respostas às perguntas anteriores podem ser evidentes para muitas pessoas. Alguns, mais apaixonados pelo tema, defenderão a sua importância incontornável. Outros, ditos pragmáticos e pouco dados a devaneios poéticos, dirão que devemos concentrar os nossos recursos em áreas de impacto social imediato, mais visíveis e (seguramente) mais populares. Na minha óptica, para sermos verdadeiramente objectivos, devemos clarificar qual o papel que queremos que a Cultura desempenhe no contexto das sociedades actuais – para avaliarmos então qual a “compensação” social, quais as metas, qual o impacto que desejamos.

Tags +

Videos

Lançamento do livro “A Casa Senhorial em Portugal”

 

"A Casa Senhorial em Portugal" é o resultado de uma encomenda da Associação Portuguesa das Casas Antigas (APCA) ao investigador Hélder Carita - um dos mais notáveis estudiosos e historiadores da Arquitectura Civil Portuguesa -, sobre mais de duzentas casas senhoriais distribuídas pelo território português.

VER +

Fábrica de Chocalhos Pardalinho e a distinção da arte chocalheira como Património Imaterial da Humanidade

 

A patrimonio.pt esteve em Alcáçovas para visitar a Chocalhos Pardalinho: uma fábrica a laborar desde 1913, altura em que treze famílias da freguesia se dedicavam à produção dos chocalhos.

VER +

 

® Spira 2012 | design e implementação: ideia, designers __|__ Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia excepto no caso de artigos de autor nos quais os autores são livres de optar.